Abri os segredos da cidade

terça-feira, 20 de novembro de 2018











Mapeei as tristezas e os territórios que as escondem
Pois, sabendo, poderás desviar o teu caminho

Entrementes, os passos ficarão mais curtos que as tuas pernas
Envolverás tu com a sujeição, deixando que fuja a liberdade?

Se permaneceres mais tempo recolhido
Que segurança impedirá que a boémia tristeza, não encontre o caminho de casa?

Porventura, encontrando-te despreparado
Não lançarei em teu rosto minha descoberta
Nem aguçarei os teus anseios arrependidos

Encorajarei que permaneças
E, percebendo a tristeza tua indiferença,
tomada será pela inapetência.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo | Ilustração por heypik.com