sábado, 1 de junho de 2019 Nenhum comentário
eu julguei os Teus desejos pesados demais para mim. e não é que não sejam.
mas eu prefiro cochichar os meus tormentos no Teu ouvido, que sacudir as janelas com os meus uivos, para quem não entende.

Você fugiu da tristeza e deixou-me companheira

sexta-feira, 19 de abril de 2019 8 comentários
Pela rua que você se foi, nem mesmo o fantasma da madrugada voltou a passear...

A saudade fez caminho de lágrimas,
Onde escorreu, queimou e derreteu
Não houve pedra feita que pôde se sustentar...

Anemona la sincerona (agricultora)

domingo, 17 de março de 2019 Nenhum comentário
"Nada me impedirá, nem a morte. Porque se eu morrer, vou arar os campos de Jesus."

19, de março de 2019.

O ciclo da exaltação

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019 Nenhum comentário
A coroa de espinho e os dois pedaços de madeira cruzados são troféus da tortura. 
As lembranças do martírio são pesadas, mas eu consigo carregá-las so dentro de mim.
Então, se vieres hoje, não os encontrarão em minhas paredes. Ora, não sou eu sua amiga?
 
Desenvolvido por Michelly Melo | Ilustração por heypik.com